quarta-feira, 20 de julho de 2016



Mensagem "CINCO SINAIS DE UM RELACIONAMENTO INCOMPLETO COM DEUS"

Baseada na vida do Rei Ezequias

Texto base: Isaías 37.1-4


* É pensamento comum que uma pessoa  que é muito ativa na obra de Deus, com muitas realizações na Casa do Senhor,seja em atividades, seja em contribuições financeira, tem um relacionamento profundo com o Senhor;

* Entretanto, quero provar que muitas dessas pessoas mantém uma comunhão deficiente com Deus, muito aquém daquilo que o Senhor deseja para elas;

* Nesta mensagem irei revelar CINCO SINAIS DE UM RELACIONAMENTO INCOMPLETO COM DEUS.


# O 1º Sinal de um relacionamento incompleto é a falta de intimidade desta pessoa com o Senhor Jesus.

* Ela não consegue chamar o Senhor de "Meu Deus", "Meu Senhor", "Meu Pai"

* Ela se refere como o "Nosso Deus", "Nosso Senhor"


#  O 2º Sinal de um relacionamento incompleto é ficar transferindo a responsabilidade de falar com Deus para outras pessoas.

*  tem falta de ousadia para clamar diretamente ao Senhor; por isso pede para terceiros intercederem, pois os considera como “queridinhos de Deus”



#  O 3º sinal deste relacionamento incompleto é tentar viver autonomamente.

* esta pessoa toma decisões importantes sem consultar ao Senhor;



# O 4º sinal deste relacionamento incompleto é menosprezar as coisas consagradas a Deus.

* Nos apertos não exita em usar o que é de Deus para suprir sua necessidade.



# O 5º sinal deste relacionamento incompleto é acusar o Senhor de omissão.

* ao ser acuado e ficar sem alternativas e sua única opção é entrar na presença de Deus para clamar por socorro, mesmo assim suas palavras tem um conteúdo de acusação contra o Senhor.



Será que você está detectando esses sinais em você mesmo?


* Será que você não tem convivência estreita com o Senhor?

- Tudo indica que o relacionamento de Ezequias com o seu pai, o ímpio Acaz, foi conturbado.

- Talvez o seu tenha sido também – isto não justifica – Deus quer você se relacione com Ele como Seu Pai Amoroso, que deu o Seu melhor por Você!


* Será que você fica passando para outros a incubência da oração?

- Acredita que outros tenham um relacionamento privilegiado que é inacessível a você?


* Será que você não gosta de colocar todas suas questões perante o Senhor para não incomodá-lo?

- Acha que você deve ter maturidade espiritual para tomar decisões por si mesmo? Só em casos extremos é que busca ao Senhor?


* Será que para você é fácil abrir mão daquilo que é consagrado ao Senhor?

- Não somente seu dízimo e sua oferta, mas também seu tempo e talentos? Quer utilizar aquilo que é exclusivo de Deus em seu próprio benefício?


* Será que suas poucas palavras com Deus são queixosas?

- Será que você tem coragem de nesta casa reclamar de Deus?



O Senhor lhe chama para perto dEle:

- Ele quer que você rompa com esta barreira e comece um novo tempo em seu relacionamento com Ele!

- Ele quer introduzir você no Sua presença em um nível de relacionamento aproximado que você nunca viveu antes!


- Receba o abraço do Teu Deus!

ASSISTA O VÍDEO DESTA PREGAÇÃO - CLIQUE NESTE LINK ABAIXO:

http://bit.ly/preg_5_sinais




Pr. Paulo Grigório

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Ganhe 2 ebooks grátis !!! Siga as instruções abaixo:



Para baixar o eBook "Sete Critérios Para o Esboço" gratuitamente, clique na figura abaixo:




Quero baixar o eBook 7 Critérios grátis! ]

Para baixar o eBook "Sete Dicas para Interpretação Bíblica" gratuitamente, clique na figura abaixo:








[ Quero baixar o eBook "Sete Dicas para Interpretação" ]











sábado, 11 de outubro de 2014

UMA FRUSTRAÇÃO DESNECESSÁRIA


Gênesis 15.1-5

Observe aquele velho homem assentado dentro de sua tenda.
Sua expressão é de desalento.
Mas ele não é um derrotado.
Acabou de ter uma grande vitória: resgatou os prisioneiros de duas nações e seu sobrinho Ló das mãos de seus inimigos, que os levavam escravos para outra nação, bem como recuperou todos os bens roubados.
E isto com um exército formado com os seus próprios servos!
Além disso, Abrão era uma pessoa especial na Terra: fora agraciado pelo Senhor Jeová com uma promessa: sua posteridade se tornaria uma grande nação !
E a bênção de Deus já havia se mostrado na sua vida: ele era um homem muito, muito rico, possuindo rebanhos e servos.
Mas, apesar de tudo isto, Abrão estava triste.
Estava frustrado.
Frustrado por não ter filho.
Frustrado por que havia acreditado em Jeová, e há vinte anos atrás, por sua ordem, deixado a pátria e parentes, mas as coisas não haviam acontecido como ele esperava.
Frustrado por ver aproximar-se o dia de sua morte, pois já estava com uns 80 anos, e não ver o cumprimento da promessa divina.
Tão frustrado que já havia moldado a promessa de Jeová à sua situação: acreditava que não teria filhos e que seu herdeiro seria seu mordomo ...
Por isso ele estava triste e pensativo.
Mas... de repente, ele ouve uma voz:
“Abrão, não temas, eu sou o teu escudo; o teu galardão será muito grande.”
Abrão já sabia quem era, pois já era a quarta vez que ouvia aquela voz, apesar de já se fazerem alguns anos desde a última vez que Jeová lhe falara.
Imagine só: Deus pessoalmente falava com Abrão! Que privilégio ele possuía!
Porém, o velho Abrão não demonstrou alegria em sua resposta, mas deixou escapar tristeza em suas palavras:
“Ah! Senhor, o que me darás, se continuo a não ter filhos, e meu herdeiro será um escravo nascido em minha casa ?”
Que terrível expressão!
Ela revela uma grande decepção.
“- Deus, me darás alguma coisa? Serei uma grande nação?! Mas nem o 1º filho eu tive... Como se cumprirá sua promessa? “
“ - Veja, Senhor: já tenho 80 anos, e minha mulher 79. Não há como termos filho, isto é biológicamente impossível!
Portanto, esta história de que eu serei uma nação não vai dar certo. Jamais serei uma nação. Até o herdeiro de meus bens será um escravo meu, nascido em minha casa ...
Senhor, o que me darás nestas circunstâncias? O que podes fazer por mim agora? Será, que por acaso, não gostarias de retificar tua promessa?”
O homem questionava seu criador ...
Isto não acontece conosco, às vezes?
Não é verdade que chegamos a este estado de depressão por não vermos as promessas de Deus se cumprirem em nossas vidas?
Não chegamos a pensar em mudar as promessas, adaptando-as à nossa atual situação? Pensando que não entendemos o que Deus falou, ou questionando se realmente era Ele mesmo...
Ficamos cansados de esperar e não ver as coisas acontecendo conforme nossa programação. E por isso, nos recolhemos dentro de nós mesmos, mergulhados em profunda frustração, sem ânimo para prosseguirmos.
Somente queremos ficar ali, escondidos, curtindo a nossa dor.
Mas, quando Abrão estava neste estado depressivo, o Senhor não levou em conta seu atrevimento, pois via no coração de Abrão sua tristeza, e ternamente, mas com autoridade, lhe respondeu:
“ O seu mordomo não será o seu sucessor, mas um filho legítimo seu é quem o será”.
É como se Deus lhe dissesse: Abrão, pensa que o fato de você e sua mulher serem velhos, além dela ser estéril, é impecilho para mim? Acha que eu me limito por estas coisas? Pensa que eu, o Criador do homem, não posso operar uma reversão da velhice humana, uma regeneração dos órgãos procriadores?
E o Senhor, querendo renovar a fé do seu velho amigo, o conduz para fora de sua tenda, e lhe diz:
“Abrão, olha para o céu, e conte as estrelas, se puder. Pois assim será a sua descendência, numerosa como estas estrelas.”
Imagine o velho Abrão olhar para o céu, pontilhado de milhares de estrelas, e ficar boquiaberto, pensando:
“ Meu Deus! Eu e minha esposa ainda teremos um filho!
E além disso, ele me dará netos, e os netos me darão bisnetos, e assim sucessivamente, até que minha descendência será uma grande nação, numerosa com as estrelas que estou contemplando! Isto é maravilhoso!”
E assim, a fé e a esperança renasceram no coração daquele velho homem, que iluminou a sua face com um sorriso, revelando um coração repleto de novas perspectivas.
A partir daquele momento, ele entendeu a grandiosidade da promessa divina para com ele, e creu totalmente que teria descendentes, e não somente isto, mas que se tornaria uma grande nação na terra!

Deus fala com você, agora:

- Saia da sua tenda de tristeza, emerja deste lago de amargura, e olhe para o céu, venha contar estrelas!
Venha visualizar as minhas possibilidades, e esqueça das suas impossibilidades.
Pois Deus quer que tenhamos sempre uma visão ampla daquilo que Ele pode fazer, e não a visão mesquinha e limitada das nossas impossibilidades.
Venha, saia desta tenda.
Venha contar estrelas !
Vale a pena sair da tenda, para contar estrelas!


terça-feira, 23 de setembro de 2014



Pregação em 20/07/2014 na Comunidade Unida de Ermelino Matarazzo/SP/SP
"Rompendo com o passado"
Gen 25.24-26




sábado, 21 de junho de 2014

COSTA RICA: ZEBRA OU POSICIONAMENTO?

       Ruiz da seleção da Costa Rica logo após fazer seu gol contra a seleção da Itália


Pois é, quem diria, dias atrás, que no chamado “Grupo da Morte”, com as seleções campeãs Itália, Inglaterra e Uruguai como sérias candidatas à classificação, brigando entre si, sendo que a “sem expressão” seleção costa-riquenha apenas cotada como “saco de pancadas”, como diria o repórter esportivo da Yahoo, Otávio Rodrigues, em 06/12/2013:

O Grupo D leva três campeões mundiais: Itália, Inglaterra e Uruguai. O nível de competitividade vai ser altíssimo. As três seleções tem história, camisa, tradição e bons times que se equivalem. Muito difícil cravar quem avança a segunda fase do Mundial. () A Costa Rica teve um azar danado. A nação do ex-atacante Wanchope chega com um time dedicado, mas com pouca experiência internacional e jogadores de qualidade para enfrentar três gigantes do futebol mundial. Apesar de correr muito por baixo, Los Ticos podem decidir quem se classifica para às oitavas. O saldo de gols contra a Costa Rica pode fazer a diferença ao fim dos jogos da Fase de Grupos.”

Ele acreditava, aliás, como todos nós, que a participação da Costa Rica seria apenas para decidir, em caso de empate dos outros três, quem se classificaria por fazer mais gols nela... quanto engano!
Ontem, 20/06/2014, a Costa Rica garantiu sua classificação vencendo a Azurra por 1 x 0, desclassificando os ingleses, após ter derrotado a seleção celeste por incríveis 3 x 1, de virada, na rodada anterior!!!
Alcançou estes resultados fantásticos por não se deixar influenciar pelos outros, que a desmereceram, mas acreditou que poderia entrar em campo de igual para igual, pois dentro das 4 linhas, não é nome ou favoritismo que decide, mas cabeça no lugar e competência!
Isto me faz recordar a história bíblica do capítulo 13 do Livro de Números, quando 12 espiões foram enviados por Moisés para observar os países que Deus havia prometido que entregaria para o povo israelita. Após percorrerem aquelas nações, 10 destes homens influenciaram negativamente o seu povo com um posicionamento de inferioridade e incapacidade, supervalorizando os inimigos, vendo-se a si mesmos como gafanhotos diante dos gigantes daquela terra, e dando a causa como totalmente perdida...
Este ponto de vista, carregado de sentimento de inferioridade e impotência, levou o povo ao esquecimento da história que viveram com Deus, presenciando grandes feitos e livramentos, como a fantástica libertação da escravidão egípcia, a abertura do Mar Vermelho, o maná, a nuvem diurna que os protegia do sol do deserto, a coluna de fogo noturna que os aquecia naquele frio intenso, e tantos outros milagres semelhantes, para um sentimento de desanimo profundo e a intenção de retornarem ao Egito e entregarem-se à escravidão...
Esta incredulidade e rebeldia, dos israelitas, provocou a ira divina, que condenou aos maiores de 20 anos à morte no deserto, em uma peregrinação, não prevista, de 40 anos de vagueações desnecessárias.
Mas, dentre os 12, Josué e Calebe foram os únicos que tinham a visão correta, não se deixando intimidar pelas aparências, mas crendo fielmente no Deus que lhes prometera, e que já havia provado o seu poder. Pela fidelidade e confiança demonstradas, alcançaram o reconhecimento divino, não morrendo no deserto, mas podendo participar da conquista da promessa!
E você, qual o seu posicionamento diante do que está vendo, e perante o que dizem de você? Vai entrar em campo acreditando que sua derrota é a única coisa a se esperar? Vai acreditar que você não é capaz? Vai entrar na batalha para morrer?
Ou vai crer na promessa de vitória de quem já provou que é maior que as circunstâncias e opiniões contrárias, e que está com você nesta peleja?

Paulo Grigório


quinta-feira, 12 de junho de 2014

SOU BRASILEIRO...




Torcemos pela seleção, sofremos com a seleção, nos alegramos com a seleção...
Se chegar até lá, será uma histeria geral.
Se cair no meio do caminho, uma depressão geral...
Nessa enxurrada de emoções, no turbilhão dessa agitação toda, não podemos perder o nosso foco maior: a realidade que vivemos, a miséria que nos cerca, a corrupção por trás das cortinas, o toma lá da cá...
E acima da realidade visível, aquela que está oculta, mas bem real: a salvação eterna x a perdição eterna. A redenção em Cristo, ou a rejeição divina para sempre.
O apóstolo Pedro já alertava: “Porque toda a carne é como a erva,e toda a glória do homem como a flor da erva.Secou-se a erva, e caiu a sua flor” (1 Pedro 1:24)
A glória terrena é passageira, e não podemos nos deixar fascinar por ela, perdendo a visão das coisas que perduram.
A nossa prioridade de vida deve ser a obediêndia ao princípio paulino “ Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” - (Filipenses 3:14).
Sou brasileiro, sim, mas não posso fechar os olhos para a realidade de nossa vida, e principalmente, não posso me esquecer da realidade espiritual.


Paulo Grigório